terça-feira, 21 de abril de 2009

Oitavo pecado

Roda mundo...
Roda,
gira...

Passa tempo...
Entra, tempo...
Muda tempo..
Tempo vira...

Caso antigo
Nunca cessa?
Parece que nos perseguimos perseguidos.
E sem medo do tempo

Mais cedo, mais tarde...
A gente sempre dá um jeito de se encontrar
Pra você virar minha cabeça...
E mais uma vez sair impune depois de tirar a minha paz.

Me mostrar que sou um fraco já que me deixo cair nas suas garras.

Meu fraco
que é tão forte e me machuca.

Atrapalha meu trabalho

Meu sossego

Meus apegos.

Me destrói.

Meu herói

O ciúme.





...

5 comentários:

Anônimo disse...

"Caso antigo
Nunca cessa?"

Deveria...

Paz e bem!
MAri

vanessa disse...

o ciúme é o caso mais antigos entre os humanos... não tem jeito...

beijoss!

Thiago Rachid disse...

Essa situação de escravidão pelo ciúme é universal. Quem nunca passou, que atire a primeira pedra.

visaoesentimento disse...

caso antigo é caso amigo, é sempre bom ter por perto pra nos salvar do vazio :)

Claudia disse...

Oieeee....João,Só passei pra dar um "Oi"... e dizer que vamos fzr parte da sua história! vaaaaalleeuuu.. B...........jinhos
Claudi@H