sexta-feira, 12 de setembro de 2008

Uma tarde em Compostela....

Essa caixa de texto do BLOGSPOT é muito pequena.
Pior que não tem nenhum link para reclamar, ou melhor, sugerir mudança... Quer dizer.. nem procurei... em algum lugar com certeza deve ter...

Mas vamos ao assunto que me levou a logar, depois clicar no NOVA POSTAGEM, e ai sim perceber a maluquice acima.


...

Ao mesmo tempo dessa confusão toda de logar e a garrafa do mate espirrar e molhar tudo, a Tv está ligada na Malhação.
Está passando uma parte que o Gustavo e toda a sua turminha estão num show...
Ai me aparece uma banda que eu tenho sentido que a mídia vem fazendo de tudo pra enfiar goela abaixo do povo; NxZero.

Eu particularmente nunca tinha ouvido a música desses caras e particularmente também não me apeteceu em nada...Tocaram 2 no PlayBackão da Malhação.

Ai veio a questão!
Ai veio o famoso "click".


...

O primeiro exemplo que me veio na cabeça foi o RPM.
Grande sucesso dos anos 80...
Um BUM meio que simultâneo a outras bandas, mas me veio porque o Paulo Ricardo era bonitão etc...Tinam um apelo de aparência também (apesar do meu lado feminino não achar nem normal que dirá bonito esses frangotes de chapinha).

A questão é:
Deixando bem claro que não tô comparando, equiparando ou tipo "botando no lugar" nem nada mas será que o RPM foi um sucesso pelos mesmos meios que está sendo sucesso hoje o NxZero?

Claro que a gama de mídia era MUITO menor.
Mas enfim...
Era um sucesso unânime?
Entre todas as classes sociais, etárias?
Tinha gente que como eu não sabia o que era o RPM?
O RPM fazia sucesso entre os músicos da época? Digo músicos e pessoas que vivem e sabem de música mas não são tão ligadas ao Top 10 Hits das Fm's, que preferem sempre os ritmos e musicas não tão Menudão...

Ou era considerada uma coisa de mau gosto e chata como os de hoje?!

Daí me veio mais um exemplo que foi contemporâneo ao RPM, a Blitz.
Que era uma outra galera...
Mais zona sul Carioca...
Mais Ipanema/surf/bagulho...
Que hoje em dia eu não sei onde se encaixariam... mas foram um sucessão também...
Será que eles eram considerados outros chatos e vazios?!
Qual é a hora em que os projetos se perdem. Nada será eterno, mas o momento que se perde é muito instigante.

Veio tambem como exemplo os Beatles... e toda a carreira e a genialidade provada e comprovada, mas uma massificação total no começo...
O discurso pode parecer um pouco metido, intelectualóide mas não é não, é apenas sincero.
Porque esse NxZero não é só chato.
É chato e agringalhado demais pra mim.

Juro por Deus Nosso Senhor do Bonfim que eu prefiro um milhão de vezes as massificações do Pagodez Paulistão, Sertanejona, Funkão Carioca e Bahiana "Oba Obona" que aconteceu nos anos 90 do que do Emão do NxZerão que ta aí...

Pra onde essas coisas rumaram foi meio brabo ?! Hoje se vê o reflexo...


...
Outro dia me disseram que eu falo e escrevo as coisas me sentindo "O Velho".
Mas não é isso.
Posso até me achar um pouquinho...
Mas é porque seria muuuuuito dificil, muito mesmo hoje em dia alguma coisa mudar a minha onda... Mudar o meu modo de ser, minha cabeça, meus gostos... por isso que eu digo com certeza que o meu tempo de me influenciar por alguma coisa que esteja tendo muita evidência e seja "a da moda" ja passou... ja fui devidamente lavado cefalicamente falando.

E também que é mais adequado o cara que falava (com erros de português à parte):

"Amor, sei que não mais acabou, entre nós não existe mais nada"
"Era só mais um Silva que a estrela não brilha. Ele era funkeiro mas era pai de família"

do que o que fala :

"As mulheres são atriz, e os homens são ator, ator, ator de filme pornô..."
"

... muito mais AS que falavam (sem mexer no mérito das cantoras em si):

"Vou dar a volta no mundo eu vou, vou ver o mundo girar, mas eu saio daqui quando o coral negro passar..."

"Essa alegria é minha fala que declara a revolução... Dessa arte que arde, de um povo que invade essas ruas de clave e sol e de multidão!"

do que diz:

"Safado, Cachorro, Sem vergonha.. eu dou duro o dia inteiro, e você colchão e fronha..."


..é!!!

Falo isso porque na época eu era criança...essas músicas foram importantes na formação do meu caráter!!!
Falando de amor, ou politicamente engajadas...

é...o romantismo e a suavidade vêm perdendo lugar a cada geração no mundo, nas relações e o reflexo é na música...


...
A onda do Pagodez e a onda do Forró Universitário no final das contas foram muito importantes pra gerar na rapaziada que teve nelas um primeiro contato com ritmos legitimamente brasileiros (sim, com pequenas doses de deturpação), um pouco mais tarde, um interesse pelas raízes do lance... Pesquisando sobre Luis Gonzaga, Jackson do Pandeiro os "forrozeiros " e Candeia, Nelson Cavaquinho os pagodeiros... Uma pena os sertanejos não terem difundido - no Rio em particular, não sei em outros estados - mais curiosidade, imagina: homenagem à Tião Carreiro dia 13 no Circo, Quarta feira é dia de Moda de Viola com a dupla Fulaninho e Beltraninho no Democráticos e Show com Rolando Boldrin no Palco Mpb ou no Carioca da Gema.

Vamos assim concluindo que não se sabe o que será da cultura nacional daqui a alguns anos...
Quem serão as próximas Porn Stars "artistas" de meia idade desesperadas afim de segurar seu pé de meia??
Quem serão os próximos Sérgio Brito ou Paulo Autran?
Quem será o próximo deslumbrado com o sucesso que na sua decadência roubará vales transportes para drogar-se, engolirá pilhas, abrirá posteriormente uma clínica para tratar de viciados e fará uma trapalhada maior que a outra durante o resto de sua vida?
Quem será o próximo Chico Buarque, a próxima Macarena ou o próximo Tiririca?

Portanto não se espantem se daqui a alguns anos o Gustavão da Malhação for o grande ator/ cantor/diretor/escritor influente e engajado, rume pra outros horizontes... tendo realmente como início de carreira o seriado vespertino que poderá ser um grande clássico da interpretação por onde passaram grandes figuras, ou o dueto com o Nx Zero, que pode ser o novo Guns and Roses...
Mas sabe como é né?! Do amanhã nada se sabe... só se sabe que também acabará....

Já tá na Beleza Pura e eu ainda não acabei de escrever, último capítulo, pô!

É..
Não consegui beber a garrafa de mate toda... exagero também, 1,5 L... sobrou exatamente um copo...

ah...

Matei...

Não ia guardar so aquele restinho.... ;)

2 comentários:

vanessa disse...

porra
quem será o novo
Sérgio Brito?

acho que ninguém!rs

adorei o texto.

bjo.

Letícia Brito disse...

É meu amigo,
Sinto o mesmo...e esses dias tava ouvindo a música de trabalho da Marisa Monte, que eu sempre adorei... mas...
Frumelo, balinha de côco e um monte de baboseiras...foi triste de aturar..
Trsite imaginar um processo inverso ao do NX0, mas o grande lance é que isso vende...É digerível, facilmente absorvido.
As pessoas estão sem tempo para sentir, amar, compreender...
O negócio agora é trepar, beber, cair e levantar...
Mas ainda ( e sempre ) há esperança...tô esperando nosso samba!
Beijo Grande