segunda-feira, 15 de março de 2010

Produtores? Pffffffffff...Piedade!!

Prejudicando as próximas paradas, ao passar das páginas parte para a periferia o que planejadamente a perseverança pensara.

Profunda pena.

Prole que não presta.
Platéia é platéia.
Particularmente penso que não produzem picas.
Perigosos.
Passam pretensiosamente plácidos pelas pérolas do teu progresso pois pitaqueiros pouco pesquisam.

Portanto as pérolas parecem pequenas...

Porém provam-se preciosos presentes que pintaram por passos próprios e pessoais, percursos periculosamente percorridos que parecendo paspalho passas para patéticos praticarem,
patentearem,
palpitarem,
E pior, na posição de profissionalíssimos,
de Phd's,
porém não passam de pré-escolares
principiantes.

Porra, pára!!!!
Palhaçada!

Pense que por mais "pop" que a parada pareça possivelmente a pessoa não passará a prática que precisam e ponha os projetos a perder... Pise no pescoço.

Problemão... Provavelmente pagarás o pato....

De proteção não precisa.
É da pista, !!!
Parte,
prova,
participa,
prega,
perpetua... o poder e a palavra permanecerão plenos na própria palma.
Não partilha teus prestigios com pestes que pasmem, pianinho parasitam participação da pouca prata.

...

2 comentários:

Thá Guedes disse...

Putz, parceirinho!
Pela primeira palavra à pós penúltima podemos perceber plenamente o poder de predisposto partideiro ao perpetuar seus pensamentos pelos seus 'per'seguidores...
Parabéns, poeta!
Puta que pariu!!!

rssssssss

vanessa disse...

e viva o rapaz da Aliteração...

rapaz aliterático!!!rs

beijos!